Refinarias da Petrobras reduzem produção com colapso do petróleo

0
2

Plataforma P-56 da Petrobras

(Bloomberg) — As refinarias da Petrobras começaram a reduzir a produção, já que a crise do coronavírus causa forte queda do consumo de combustível, segundo pessoas familiarizadas com a questão.

A Petrobras adiará paradas programadas de manutenção e interromperá a produção em algumas unidades, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque as informações são privadas. A maior refinaria do Brasil, Replan, está entre as que começaram a operar em níveis mais baixos, disseram elas. A Petrobras é responsável por 99% da produção de combustível do Brasil.

As refinarias brasileiras estão seguindo os passos de seus pares americanos ao desacelerar operações em meio a uma queda histórica na demanda e nos preços da gasolina.

A orientação de governos para paralisar atividades e reduzir a locomoção de pessoal está restringindo voos e mantendo os motoristas em casa, o que fez cair à metade o consumo de combustíveis na maior economia da América Latina na última semana. A Petrobras cortou os preços da gasolina para o nível mais baixo desde 2011.

“É um efeito dominó, já que as encomendas de combustível estão sendo drasticamente reduzidas”, disse Paulo Miranda Soares, presidente da Fecombustíveis, um grupo industrial que representa postos de gasolina, em entrevista por telefone.

Deyvid Bacelar, representante da Federação Única dos Petroleiros, confirmou que a produção está sendo reduzida em algumas unidades e disse que a Rlam, no estado da Bahia, fechou uma unidade de craqueamento e uma linha de lubrificantes e parafinas. Segundo ele, há temor de demissões entre trabalhadores tercerizados.

O consumo de combustível nos postos no Brasil caiu 50% em média em uma semana, com algumas quedas de 60%, enquanto os motoristas se confinam em casa para ajudar a retardar a propagação do coronavírus, disse Soares. A ANP disse em nota que a queda já “abrupta” no consumo de gasolina tende a piorar nas próximas semanas.

A Petrobras não comentou sobre os volumes de produção, ao mesmo tempo em que afirma que está adotando medidas para limitar a ameaça do coronavírus, reduzindo a quantidade de turnos com o aumento da carga horária, de forma a reduzir locomoção e compartilhamento de equipamentos de comunicação como rádios.

Enquanto isso, os produtores de etanol também estão sofrendo. A ANP liberou usinas que reduzirem a produção de penalidades regulatórias. A gasolina normalmente é misturada com um mínimo de 25% de etanol no Brasil.

Com as margens diminuindo, os produtores de etanol no Centro-Sul do Brasil estão se preparando para armazenar a maior parte de sua produção da nova safra, que está começando. O grupo da indústria de cana de açúcar Unica disse que o setor tem capacidade para armazenar em tanques 60% da produção anual total de etanol.

“O principal problema do setor será o custo de manter estoques tão grandes”, disse o diretor técnico Antonio de Padua Rodrigues , em entrevista por telefone.

Na semana passada, os preços do etanol para as usinas de São Paulo caíram 14%, a maior queda desde maio de 2011, segundo o Cepea, braço de pesquisa da Universidade de São Paulo.

Aprendizados em tempos de crise: uma série especial do Stock Pickers com as lições dos principais nomes do mercado de ações. Assista – é de graça!

The post Refinarias da Petrobras reduzem produção com colapso do petróleo appeared first on InfoMoney.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui